Adaptação da obra de Frans Kafka: senhorita Burstner acha graça do Joseph K contando de sua prisão inusitada. Teatro Ruth Escobar, sala Gil Vicente, junho de 2011. Sempre vale a pena: aprender o quanto é pulsante esperar na coxia dançando e como é libertário curtir a criação e apresentá-la descompromissadamente, sem neuras de ser aceito, entendido, bajulado.

Francine Machado e Alexandre Canhedo.

O convite foi feito inspirado nos ratinhos de Banksy. Simples e difícil. Enfim, meu primeiro pós dramático, temperado com performances. Vamos ver o que sobrará das imagens, filmagens… Movimento não combina com foco amadora e close também não “orna” com cinegrafia experimental.

Banksy curtiria?

Advertisements